Como Usar Sua Sabedoria Interior Na Educação Dos Seus Filhos

Escrito por:  Thiago Pedro
Qualifique este item
(1 vote)

Educar crianças pode parecer uma tarefa bastante complexa. Por vezes somos levados a delegar parte de nossa responsabilidade a especialistas nas mais variadas áreas de conhecimento. Eles nos indicarão as boas regras de criação dos nossos filhos. No entanto, mais importante do que seguir as orientações que recebemos do mundo lá fora é aprender a usar nossa própria sabedoria interior, nossos próprios especialistas que habitam nossa consciência. Todos nós possuímos em nosso interior muito mais informações do que imaginamos a respeito de nossos filhos e sobre a forma de lidar com eles. Ter acesso a esse banco de informações, mesmo que de forma inconsciente, nos possibilita encontrar soluções intuitivas para diversos problemas que possam surgir no decorrer da educação de nossos filhos.

Primeiramente precisamos sintonizar nossa mente num nível em que a conexão com nossa sabedoria interior se faça presente. Essa sintonização envolve a entrada em alfa de nosso cérebro. É aquele estado em nos encontramos momentos antes do adormecer de nossos corpos físicos, onde mantemos a consciência do mundo a nossa volta, porém sentimos que tudo parece longe de nós.

Sugiro que você comece essa jornada interior pedindo ajuda ao seu anjo da guarda e aos anjos do seu filho para que aquietem seu coração e te mostrem formas praticas de efetuar mudanças positivas. Os anjos são capazes de atrair e irradiar diversos aspectos do coração de Deus. Quando você lembra de chamá-los , eles descem das esferas superiores às esferas mais densas da atmosfera da Terra trazendo para você as qualidades que são inatas do reino angélico. Você pode fazer isso da seguinte forma: Querido anjo da guarda e anjos que protegem meu filho, [nome do seu filho], querido Arcanjo do Amor, peco que me auxilie no contato com minha sabedoria interior para uma solução harmoniosa da situação relativa a descreva brevemente o problema que você precisaria de ajuda exterior.

Lembre-se de ser especifico no seu pedido de ajuda, pois existem anjos que são mais bem preparados para essa ou aquela virtude. Se você sente que essa jornada interior visa o aumento da coragem e da vontade, chame pelo Arcanjo Miguel. No caso de situações que pedem por transformação de sentimentos, como perdão ou culpa, chame pelo Arcanjo Ezequiel. Você pode usar diretamente a virtude que você deseja chamando pelo Anjo da Fe ou pelo Anjo do Perdão.  Todos os pedidos que visam o bem maior são atendidos pelos anjos pois o papel deles e de transmitir os dons divinos.

Procure ligar uma música calma que vise o relaxamento, sente-se em posição bem confortável e respire profundamente algumas vezes. Então concentre sua atenção nas diversas partes do seu corpo, partindo dos pés em direção ao topo da sua cabeça. Relaxe cada parte do seu corpo e procure sentir todo o seu corpo pulsar. Sensações de formigamento ou leveza são normais e bons indicadores de que você está em alfa.

A partir desse momento você está pronto para começar a acessar os seus especialistas interiores.  Por questões didáticas irei dividir este exercício em cinco passos:

Primeiro Passo: eleger uma situação difícil com seu pupilo.

Lembre-se de alguma situação ou comportamento de seu filho que você tenha dificuldade em lidar ou que possa estar levando você a delegar a resolução da situação à outra pessoa.  Você está preocupada com algum aspecto sobre a forma como ele lida com a vida? Escolha algum sentimento ou emoção que você percebe que possa ser melhor desenvolvido.

Segundo Passo: monte um filme da situação a partir do seu ponto de vista.

Reative as memórias sobre a situação ou comportamento em análise.  Imagine que você voltou no tempo e está novamente vivendo aquele episódio com seu filho.  Não se preocupe com a ordem dos acontecimentos, comece pelo momento mais marcante da situação. Um grito, um momento de forte emoção ou qualquer sentimento que esteja bastante vivo dentro de você. Procure identificar quais informações estão disponíveis para você sobre aquilo. O que você sentia, ouvia e pensava sobre o assunto naquele momento? Você é a atriz principal desse filme, como ela está se sentindo? Se for difícil para você ?visualizar” a situação não se preocupe, apenas ?sinta” que está vivendo novamente aquele fato de acordo com o seu ponto de vista sobre o assunto.

Terceiro Passo: monte o mesmo filme a partir do ponto de vista de seu filho.

Veja o mesmo filme criado no passo anterior porém desta vez o personagem principal é seu filho. Antes de rever o mesmo filme, coloque seu filho no centro das atenções. Repare no que ele sente, ouve e pensa. Repare sua expressão facial e procure ?entrar” na consciência dele. O que você sente agora? Neste momento você é a voz dele, é a respiração dele, você vê o que ele vê e atua no filme conforme essa perspectiva da situação.

Permita que este passo dure o quanto for necessário para acessar novamente a situação como se fosse seu filho e procure identificar algum aspecto novo sobre este cenário imaginário. Existe algo que você não percebeu no primeiro filme com a visão de adulto? Qual foi a lição que você aprendeu enquanto filho? O que você percebe em seu comportamento ou sentimento quando encara você mesmo a partir da visão de seu filho? Se você perceber agora algum aspecto negativo no seu comportamento, agradeça pela nova informação e comprometa-se a usar essa informação na próxima oportunidade.

Quarto Passo: assista novamente ao filme na visão de um anjo.

Agora você vê a si mesmo e ao seu filho ao mesmo tempo. Observe a situação como se fosse um anjo que observa o comportamento e os sentimentos dos dois. Este anjo pode observar de forma externa como um reage em relação ao outro de forma imparcial, tomando apenas o partido do amor.  O que este anjo vê de diferente na situação? O que ele pode ver com mais clareza em relação a você e ao seu filho?

Quinto Passo: usando as três perspectivas

Os filmes criados fornecem a você três visões sobre o assunto. Cada uma delas pode fornecer informações valiosas sobre como agir para promover o bem de todos os envolvidos. Procure escrever sobre a experiência e verifique se existe alguma informação nova sobre seu filho. Escreva também o que você pode fazer para melhorar aquilo. Então, monte novamente o mesmo filme e coloque um final feliz para a situação onde vocês terminem celebrando e dando risadas juntos.

 

Thiago Pedro

Thiago Pedro

Médium, terapeuta holístico e Reiki Master, Thiago é um adulto índigo que recebe mensagens de seus mentores desde a infância. Pai da pequena Lara, foi iniciado ao Tarot e aos ensinamentos de El Morya aos 13 anos de idade. Aos 16, seu anjo da guarda apareceu em seu quarto para confortá-lo após um grave acidente no qual quase morreu – foi quando descobriu seu verdadeiro dom.

Formou-se em Administração com foco em Gestão de Pessoas e chegou a ser vendedor, analista financeiro, gerente de marketing e administrador público quando decidiu iniciar seu trabalho no canal de cirurgias espirituais, cura energética, terapia e leitura de mensagens dos seres de luz. Para isso, utiliza a conexão, o Baralho dos Anjos (desenvolvido por Doreen Virtue PHD), o Baralho dos Mestres Ascencionados e a clariaudiência.

Thiago sempre acreditou que a vida é um eterno ciclo e que estamos aqui para ajudar e multiplicar o bem. Ele transformou sua própria vida muitas vezes e, no Portal Múltiplos, vai ajudar você a fazer o mesmo!